SEBRAE Startup Day 2018

O Legal Hackers Natal vai participar de mais um evento sobre inovação. Desta vez estaremos na oficina Como Entender o Problema e Criar Negócios de Impacto, que acontecerá durante o SEBRAE Startup Day 2018.

Para conferir a programação completa e fazer sua inscrição (grátis), clique aqui: http://bit.ly/2rPpTHM

Screen Shot 2018-05-18 at 11.13.07

Anúncios

Seminário do CCSA – Eventos do Legal Hackers

Screen Shot 2018-05-08 at 19.45.05

Desde o início deste ano, o capítulo natalense do Legal Hackers está promovendo eventos com temática de Direito e Tecnologia. O objetivo desta ação é aumentar a consciência dos profissionais da área jurídica e de Tecnologia da Informação a respeito de assuntos de interesse mútuo.

No mês de maio, nosso grupo vai participar do XXIII Seminário do Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UFRN com os seguintes eventos:

Minicurso

Análise de Dados e Processamento de Linguagem Natural Aplicada ao Direito.

15, 16 e 17 de maio de 2018, das 18h30 às 20h10, Sala C2 do setor I.

Responsável: Igor Alexandre Macedo (fundador do Legal Hackers Natal e da JurisIntel).

Conteúdo programático: Conceitos básicos e aspectos introdutórios para o estudo da análise de dados e PLN; apresentação das fontes dos dados e de ferramentas de análise (em especial, RapidMiner); demonstração dos usos dessas ferramentas.

Mesa-redonda

Lawtechs: a revolução de um novo mercado brasileiro.

18 de maio de 2018, das 20h15 às 22h15, Auditório I do NEPSA II.

Debatedores*: Amanda Lima (advogada e especialista em Blockchain), Thiago Moreira (advogado e especialista em Direito Empresarial), Carlos Barbosa (advogado e fundador da JurisIntel).

Conteúdo programático: o que são LawTechs; como o uso da tecnologia pode ajudar os profissionais do Direito; Blockchain; contratos em empresas de tecnologia; mercado jurídico para start-ups.

* Fundadores do Legal Hackers Natal.

Mais informações e inscrições: https://seminario.ccsa.ufrn.br/

 

 

 

 

Agenda do Legal Hackers na Campus Party Natal

Esta é a programação das palestras que o Legal Hackers Natal está promovendo na Campus Party:

Direito para start-ups

12/04/2018 – 15:00 às 15:45 – Palco Entrepreneurship & Startup

Muitos empreendedores têm dúvidas sobre os aspectos jurídicos de suas start-ups. O objetivo dessa conferência é esclarecer as questões fundamentais, de forma descontraída, abordando assuntos como as cláusulas de vesting, cliffing e relações trabalhistas.

LawTechs: a revolução de um novo mercado brasileiro

12/04/2018 – 16:00 às 16:45 – Palco Entrepreneurship & Startup

O termo inovação está em voga, mas o que seria inovar? Inovar, nada mais é que enxergar a mudança cultural e adaptar-se a exigência do mercado. Nesse contexto, com a estatística de mais de um milhão de advogados, surgiu, no Brasil, um mar azul no empreendedorismo, as LawTechs. Mas o que são, exatamente, esses modelos de negócios e quais as suas variações de mercado? Vamos visualizar, através de gráficos, qual foi o crescimento dessas startups, qual o seu potencial futuro, além de trazer cases de soluções de resolução de conflitos online, soluções de inteligência artificial no setor público e automação de documentos para entender o crescimento desse setor.

Como a tecnologia vai transformar a prestação dos serviços jurídicos

13/04/2018 – 10:30 às 11:30 – Palco Coders & Makers

O Brasil tinha quase 80 milhões de processos em andamento em 2016 (segundo dados do Conselho Nacional de Justiça) e esse número esteve em constante crescimento desde 2009. Ao mesmo tempo, o país passa pela revolução do processo eletrônico, que hoje já represente 70% dos casos que ingressam no Judiciário. Como a tecnologia irá transformar a prestação dos serviços jurídicos e abrir o caminho para que ferramentas inovadoras diminuam o tempo de tramitação dos processos e tragam eficiência aos serviços? Em uma linguagem simples e didática, esta palestra será uma rápida exposição sobre possíveis caminhos que empreendedores e profissionais da área da Tecnologia da Informação podem percorrer para ajudar escritórios e a Justiça brasileira em suas missões.

Online Dispute Resolution para a solução de conflitos na Era da Informação

13/04/2018 – 22:00 às 22:45 – Palco STEAM

Os dados da Justiça brasileira apontam uma situação caótica e insustentável. A resolução de conflitos pelos meios tradicionais não será suficiente para dar conta da exponencialidade e complexidade das relações humanas (e tecnológicas) da atualidade. É necessário atrair o uso da tecnologia e também a sua compreensão para encarar os problemas da nova dinâmica social.A resolução de conflitos pode – e deve! – caminhar para os métodos alternativos de resolução de disputas, agregando celeridade, flexibilidade, empoderamento das partes e soluções tecnológicas ao tratamento dos conflitos em nossa sociedade.Transformar a administração de conflitos também é inovar a construção da paz.O uso de mecanismos online de resolução de conflitos permite o engajamento escalável de mais pessoas na busca da solução; assim como uso dos benefícios da tecnologia para lidar com as informações, relações e novos fatores envolvidos.

Explorando dados públicos

14/04/2018 – 12:00 às 13:00 – Palco Coders & Makers

Os brasileiros pagam muitos impostos, mas falta saúde e educação de qualidade. Para onde vai o dinheiro arrecadado pelo governo? Diversas iniciativas governamentais (como o portal Dados Abertos) estão colocando ao alcance dos cidadãos informações importantes sobre como o dinheiro público é utilizado. Nesta palestra, o objetivo é expor as ferramentas tecnológicas necessárias para que o brasileiro exerça sua cidadania e atue na fiscalização do uso dos recursos públicos. A abordagem será prática e se beneficiária muito da experiência do expositor, que já participou de vários eventos sobre dados públicos.

Processamento de Linguagem Natural aplicada ao Direito

14/04/2018 – 15:00 às 15:45 – Palco STEAM

As técnicas de Processamento de Linguagem Natural são historicamente utilizadas para estudo, análise e desenvolvimento de soluções para a Literatura ou linguagens correntes comuns.Muitas dificuldades surgem no desenvolvimento destas soluções, sendo o arcabouço de palavras e idioma uma delas.Neste contexto, existem desafios ainda maiores, como: o uso destas técnicas em situações onde não existe um corpus definido, idioma português, linguagem não tão natural assim e fins diversos. Este é o mundo do texto jurídico, o mundo que nos dedicamos a explorar e destrinchar.

Além das palestras (listadas acima) que organizamos, destacamos ainda outras temáticas jurídicas na Campus Party, promovidas por terceiros ou por outras instituições:

Responsabilidade Civil dos provedores de aplicações de Internet

12/04/2018 – 12:00 às 13:00 – Palco Entrepreneurship & Startup

O que você precisa saber sobre Responsabilidade Civil e os riscos de atuar como provedor de aplicações de Internet no mercado – como estruturar a sua start-up e/ou o seu empreendimento digital já desenvolvido ou em fase de desenvolvimento, para atuar em Compliance.

Práticas Inovadoras no Judiciário

13/04/2018 – 15:00 às 15:45 – Palco STEAM

A Justiça Federal no Rio Grande do Norte tem sido palco de inovações nos últimos anos. Os projetos da Justiça demonstram que é possível promover mudanças de paradigmas mesmo em ambientes conhecidos por seu formalismo. Alguns cases de projetos como o Laboratório de Inovação (i9.JFRN) e o Programa de Residencia de TI serão apresentados aos campuseiros. Além disso, uma visão de gestão inovadora nos será apresentada na perspectiva dos maiores anseios e desafios no tocante à agilidade nos julgamentos dos processos e em como a tecnologia pode colaborar com isso.

 

Legal Hackers na Campus Party Natal

Natal sediará um grande evento de tecnologia, a Campus Party, que acontecerá entre os dias 11 e 15 de abril de 2018. O Legal Hackers acredita que esta é uma ótima oportunidade para promover o contato entre o Direito e a Tecnologia, por isso, em ação conjunta e coordenada, foram feitas submissões de várias sugestões de eventos. Nosso objetivo é tornar esta edição da Campus Party a primeira a promover um forte e proveitoso diálogo em temas que envolvam as áreas de T.I. e jurídica.

Segundo as regras da Campus Party, a partir de hoje (23/02), inicia-se a votação/participação nas propostas de eventos e apenas as quinze que obtiverem mais votos (ou interessados em participar) serão realmente oferecidas. O prazo para a votação/demonstração de interesse em participar termina no dia 27/02, às 14 horas.

Se você também tem interesse nesses temas e quer saber mais como a integração entre Direito e Tecnologia pode ocorrer e nos ajudar a pensar a como resolver problemas do quotidiano jurídico, por favor se inscreva e demonstre esse interesse (clicando em participar) nos nossos eventos (se possível, em todos :) Hehe)

Para votar/participar e se inscrever você precisa se cadastrar no site da Campus (https://campuse.ro), mas isso é rápido e fácil.

Direito para Start-ups

Expositores: Lucas Bezerra Vieira, bacharel em Direito pela UFRN, presidente da comissão de inovação e Start-ups da OAB/RN, autor do livro “Direito para Start-ups: Manual para empreendedores”. Membro do Legal Hackers Natal; Felipe Arnt Ameno, bacharel em Direito pela UFRN, membro da comissão de inovação e Start-ups da OAB/RN, especialista em Direito Tributário pelo IBET, cofundador da JurisIntel (start-up jurídica pré-incubada no programa Inova, do IMD). Membro do Legal Hackers Natal; Thiago Carvalho Moreira, bacharel em Direito pela UFRN, especialista em Direito Empresarial. Membro do Legal Hackers Natal.

Descrição: Muitos empreendedores têm dúvidas sobre os aspectos jurídicos de suas start-ups, que envolvem questões empresariais, trabalhistas, etc. O objetivo desta conferência é esclarecer as questões fundamentais, de forma descontraída, abordando assuntos como as cláusulas de vesting, cliffing e outros aspectos particulares do empreendedorismo digital.

Link para votação/participação: https://campuse.ro/events/vire-um-curador-cpnatal-votacao/talk/direito-para-start-ups/

Casos de uso de Blockchain no Brasil

Expositora: Amanda Lima, advogada, graduada em Direito pela UFRN, consultora para o mercado de BlockChain e Novas Tecnologias, professora, palestrante na Conferência LATAM de Blockchain e Cryptoeconomics, Pós-graduanda em Direito das Comunicações Digitais, extensão em Contratos pela FGV e em Blockchain e Bitcoin pelo ITS Rio, colunista de Direito Digital do Startupi e do E-Commerce Brasil, vice-presidente da Comissão de Direito da Inovação e Startups da OAB/RN, membro da AB2L, possui diversos artigos publicados na área de Blockchain e novas tecnologias, cofundadora do Legal Hackers Natal e do Elas_inTech.

Descrição: Para os neo-schumpeterianos inovação é o resultado de um processo de solução de problemas, seja de problemas de mercado ou de problemas de custo. Já é presente o fato de modelos de negócios que utilizam tecnologia descentralizada, retiram o intermediário, e permitem que usuários tenham modelos de serviços com custo reduzido. Pretende-se explanar, portanto, os casos de uso de startups no Brasil que utilizam a tecnologia BlockChain para reduzir custo e gerar confiança em seus modelos de negócios, como registro e validação de documentos em tecnologia BlockChain.

Link para votação/participação: https://campuse.ro/events/vire-um-curador-cpnatal-votacao/talk/casos-de-uso-de-blockchain-no-brasil/

Explorando Dados Públicos (Palestra)

Rodrigo Almeida dos Santos, bacharel em Ciência da Computação pela UECE, mestre em Ciência da Computação pela UFCG e MBA em Gestão de Projetos pela FGV. Atua na equipe de analytics da Dataprev e desenvolveu o projeto vencedor da II Maratona Hackfest de Combate à Corrupção.

Descrição: Os brasileiros pagam muitos impostos, mas falta saúde e educação de qualidade. Para onde vai o dinheiro arrecadado pelo governo? Diversas iniciativas governamentais (como o portal Dados Abertos) estão colocando ao alcance dos cidadãos informações importantes sobre como o dinheiro público é utilizado. Nesta palestra, o objetivo é expor as ferramentas tecnológicas necessárias para que o brasileiro exerça sua cidadania e atue na fiscalização do uso dos recursos públicos. A abordagem será prática e se beneficiária muito da experiência do expositor, que já participou de vários eventos sobre dados públicos.

Link para votação/participação: https://campuse.ro/events/vire-um-curador-cpnatal-votacao/talk/explorando-dados-publicos/

Análise de Dados aplicada ao Direito (workshop)

Expositores: Igor Alexandre Felipe de Macedo, bacharel em Direito pela UFRN, mestre em Direito pela Univ. de Nova York, bolsista das Fundações Hauser e Starr, cofundador da JurisIntel (start-up jurídica pré-incubada no programa Inova, do IMD). Membro do Legal Hackers Natal; Carlos Henrique Barbosa, bacharel em Direito pela UFRN, advogado, bacharelado em Ciência da Computação pela UFRN (cursou 4 semestres). Tem ampla experiência em programação e em sistemas Web. Cofundador da JurisIntel (start-up jurídica pré-incubada no programa Inova, do IMD). Membro do Legal Hackers Natal.

Descrição: Em uma democracia, a transparência do poder público é fundamental. Neste workshop, vamos aprender onde obter e como preparar e analisar dados de interesse jurídico. Serão apresentados os repositórios e as explicações básicas sobre esses dados jurídicos para que os participantes entendam as informações. Estudantes e profissionais do Direito também devem se sentir confortáveis em participar deste evento, que poderá ajudá-los a entender melhor como a análise de dados pode ser útil no quotidiano forense. Este evento difere do anterior (sobre dados públicos) por ser um workshop e ter foco em dados jurídicos.

Link para votação/participação: https://campuse.ro/events/vire-um-curador-cpnatal-votacao/workshop/analise-de-dados-aplicada-ao-direito/

Algoritmos e Direito: existe relação?

Expositores: Victor Scarpa de Albuquerque Maranhão, bacharel em Direito pela UFRN, coorganizador do Legal Hackers em Natal e São Paulo, pós-graduando em Direito Empresarial pela FGV-SP, Cofundador da JurisIntel (start-up jurídica pré-incubada no programa Inova, do IMD); Igor Alexandre Felipe de Macedo, bacharel em Direito pela UFRN, mestre em Direito pela Univ. de Nova York, bolsista das Fundações Hauser e Starr. Cofundador da JurisIntel (start-up jurídica pré-incubada no programa Inova, do IMD). Membro do Legal Hackers Natal.

Descrição: Os avanços tecnológicos são direcionados de perto pelo desenvolvimento de algoritmos e expansão dos conceitos de Big Data, Machine Learning, Inteligência Artificial etc. As soluções surgidas a partir daí, junto com as técnicas empregadas, vêm gerando incontáveis efeitos na sociedade e em diversas profissões. O Direito, como reflexo e repositório de casos sociais, não fica de fora. Os desafios enfretados por profissionais do Direito na atualidade envolvem conhecimentos técnicos indispensáveis e complexos. Além disso, as atividades desempenhadas por estes profissionais estão passando por mudanças significativas, recebendo apoio da tecnologia em benefício, mas também vivenciando um processo de dispensabilidade de determinados profissionais e atividades. Debater o uso de algoritmos no Direito e pelo Direito é tarefa essencial para traçarmos os rumos dos próximos tempos.

Link para votação/participação: https://campuse.ro/events/vire-um-curador-cpnatal-votacao/talk/algoritmos-e-direito-existe-relacao/

Lawtechs: a revolução de um novo mercado brasileiro

Expositora: Amanda Lima, advogada, graduada em Direito pela UFRN, consultora para o mercado de BlockChain e Novas Tecnologias, professora, palestrante na Conferência LATAM de Blockchain e Cryptoeconomics, Pós-graduanda em Direito das Comunicações Digitais, extensão em Contratos pela FGV e em Blockchain e Bitcoin pelo ITS Rio, colunista de Direito Digital do Startupi e do E-Commerce Brasil, vice-presidente da Comissão de Direito da Inovação e Startups da OAB/RN, membro da AB2L, possui diversos artigos publicados na área de Blockchain e novas tecnologias, cofundadora do Legal Hackers Natal e do Elas_inTech.

Descrição: O termo inovação está em voga, mas o que seria inovar? Inovar, nada mais é que enxergar a mudança cultural e adaptar-se a exigência do mercado. Nesse contexto, com a estatística de mais de um milhão de advogados, surgiu, no Brasil, um mar azul no empreendedorismo, as LawTechs. Mas o que são, exatamente, esses modelos de negócios e quais as suas variações de mercado? Vamos visualizar, através de gráficos, qual foi o crescimento dessas startups, qual o seu potencial futuro, além de trazer cases de soluções de resolução de conflitos online, soluções de inteligência artificial no setor público e automação de documentos para entender o crescimento desse setor.

Link para votação/participação: https://campuse.ro/events/vire-um-curador-cpnatal-votacao/talk/lawtechs-a-revolucao-de-um-novo-mercado-brasileiro/

Processamento de Linguagem Natural para o Direito

Expositor: Igor Alexandre Felipe de Macedo, bacharel em Direito pela UFRN, mestre em Direito pela Univ. de Nova York, bolsista das Fundações Hauser e Starr. Cofundador da JurisIntel (start-up jurídica pré-incubada no programa Inova, do IMD). Membro do Legal Hackers Natal.

Descrição: a maior parte dos dados que os profissionais do Direito produzem está em formato de texto e, atualmente, com o processo eletrônico, em meio digital. Em todos esses documentos, há um “oceano” de informações que, se fossem adequadamente exploradas, permitiriam a construção de inúmeras soluções e, talvez, até resolvessem (ou quase) o problema do enorme volume de ações que tramitam no Poder Judiciário brasileiro (segundo o mais recente relatório do Conselho Nacional de Justiça, há quase 80 milhões de processos ativos no país). Ocorre que as técnicas tradicionais de processamento de linguagem natural (PLN) foram desenvolvidas para examinar obras literárias e linguagem coloquial. Não há um modelo, ou mesmo um corpus, que atenda bem às especificidades da linguagem jurídica. Esta palestra fará um panorama geral do PLN e das particularidades do texto jurídico, apontando alguns desafios com o objetivo de estimular o desenvolvimento de novas tecnologias nessas áreas.

Link para votação/participação: https://campuse.ro/events/vire-um-curador-cpnatal-votacao/talk/processamento-de-linguagem-natural-para-o-direito/

Online Dispute Resolution para solução de conflitos da Nova Era

Expositores: Victor Scarpa de Albuquerque Maranhão, bacharel em Direito pela UFRN, coorganizador do Legal Hackers em Natal e São Paulo, pós-graduando em Direito Empresarial pela FGV-SP, Cofundador da JurisIntel (start-up jurídica pré-incubada no programa Inova, do IMD); Igor Alexandre Felipe de Macedo, bacharel em Direito pela UFRN, mestre em Direito pela Univ. de Nova York, bolsista das Fundações Hauser e Starr. Cofundador da JurisIntel (start-up jurídica pré-incubada no programa Inova, do IMD). Membro do Legal Hackers Natal.

Descrição: Os dados da Justiça brasileira apontam uma situação caótica e insustentável. A resolução de conflitos pelos meios tradicionais não será suficiente para dar conta da exponencialidade e complexidade das relações humanas (e tecnológicas) da atualidade. É necessário atrair o uso da tecnologia e também a sua compreensão para encarar os problemas da nova dinâmica social. A resolução de conflitos pode – e deve! – caminhar para os métodos alternativos de resolução de disputas, agregando celeridade, flexibilidade, empoderamento das partes e soluções tecnológicas ao tratamento dos conflitos em nossa sociedade. Transformar a administração de conflitos também é inovar a construção da paz. O uso de mecanismos online de resolução de conflitos permite o engajamento escalável de mais pessoas na busca da solução; assim como uso dos benefícios da tecnologia para lidar com as informações, relações e novos fatores envolvidos.

Link para votação/participação: https://campuse.ro/events/vire-um-curador-cpnatal-votacao/talk/online-dispute-resolution-para-solucao-dos-conflitos-da-nova-era/

Como a tecnologia vai transformar a prestação dos serviços jurídicos

Expositor: Igor Alexandre Felipe de Macedo, bacharel em Direito pela UFRN, mestre em Direito pela Univ. de Nova York, bolsista das Fundações Hauser e Starr. Cofundador da JurisIntel (start-up jurídica pré-incubada no programa Inova, do IMD). Membro do Legal Hackers Natal.

Descrição: O Brasil tinha quase 80 milhões de processos em andamento em 2016 (segundo dados do Conselho Nacional de Justiça) e esse número esteve em constante crescimento desde 2009. Ao mesmo tempo, o país passa pela revolução do processo eletrônico, que hoje já represente 70% dos casos que ingressam no Judiciário. Como a tecnologia irá transformar a prestação dos serviços jurídicos e abrir o caminho para que ferramentas inovadoras diminuam o tempo de tramitação dos processos e tragam eficiência aos serviços? Em uma linguagem simples e didática, esta palestra será uma rápida exposição sobre possíveis caminhos que empreendedores e profissionais da área da Tecnologia da Informação podem percorrer para ajudar escritórios e a Justiça brasileira em suas missões.

Link para votação/participação: https://campuse.ro/events/vire-um-curador-cpnatal-votacao/talk/como-a-tecnologia-vai-transformar-a-prestacao-dos-servicos-juridicos/

Direito e Start-ups: dicas jurídicas para proteger o seu negócio inovador

Expositor: Lucas Bezerra Vieira, advogado-sócio do Queiroz, Barbosa e Bezerra Advocacia, escritório com atuação especializada no assessoramento jurídico para startups e empresas de tecnologia. É ainda Presidente da Comissão de Inovação e Startups da OAB/RN e Secretário de Tributação do Município de Maxaranguape – RN. É autor do livro “Direito para Startups: manual jurídico para empreendedores”, e do blog “Direito para Startups”. Membro do Legal Hackers Natal.

Descrição: No bate-papo denominado “Direito e Startups: dicas jurídicas para proteger o seu negócio inovador”, o advogado Lucas Bezerra, em uma linguagem simples e didática, fornece dicas essenciais para manter a sua startup juridicamente protegida, evitando problemas que podem inviabilizar o andamento do seu negócio.

Link para votação/participação: https://campuse.ro/events/vire-um-curador-cpnatal-votacao/talk/direito-e-startups-dicas-juridicas-para-proteger-o-seu-negocio-inovador/

 

 

Empreender Direito 2.0

O CONSEJ – Consultoria Jurídica realizará esta semana a segunda edição do Empreender Direito, da qual participará Felipe Ameno, um dos fundadores do Legal Hackers Natal. Vale a pena participar do evento!

É com imensa alegria que anunciamos o EMPREENDER DIREITO II.
Em 2017, a proposta é instigar frutíferos debates sobre como as NOVAS TECNOLOGIAS estão mudando a forma de fazer o DIREITO, e como devemos estar atentos a esses avanços tecnológicos – independentemente da área de atuação a que nos dedicamos.
Nosso ENCONTRO está marcado para o dia 22/11 às 19h no Núcleo de Práticas Jurídicas da UFRN.
E fiquem antenados, porque as NOVIDADES não vão parar por aqui!!

Inscrições: https://goo.gl/forms/1be31Nrlu4O71TDj2

23472889_1699665166734333_3530609143618131794_n

Pensando Direito e Tecnologia em SP

Dos nossos colegas de São Paulo:

O SP LEGAL HACKERS promoverá um evento de lançamento oficial do capítulo no próximo dia 5 de dezembro, às 19h, na Associação dos Advogados de São Paulo.

O Legal Hackers é um movimento global sobre Direito e Tecnologia. Pessoas de diferentes formações acadêmicas e profissionais estão reunidas em várias cidades do mundo para discutir esses temas e implementar soluções tecnológicas na área jurídica.

O capítulo paulistano foi criado em outubro de 2017 e planeja muitas atividades para os próximos anos. Acreditamos que podemos contribuir e estimular o debate produtivo, unindo profissionais e estudiosos de várias áreas do conhecimento para resolver problemas que afetam, por exemplo, o quotidiano nos fóruns, tribunais, escritórios e também no dia a dia das pessoas.

Venha fazer parte do movimento! Junte-se ao São Paulo Legal Hackers.

Link do evento: https://www.facebook.com/events/1953651608292778/

Ou clique AQUI para se inscrever.

 

Primeiro Hackathon da UFRN

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte está promovendo o seu primeiro Hackathon, que funciona como uma “maratona” de programação com o objetivo de desenvolver aplicações que usem os dados abertos da universidade ou suas APIs (sigla em inglês para o que traduzimos no português como: Interface de Programação de Aplicações).

O evento de abertura aconteceu no dia 27 de outubro e reuniu dezenas de interessados em explorar os dados da instituição de ensino. Na primeira palestra, o professor Gibeon Soares de Aquino Júnior destacou que a UFRN está disponibilizando 52 conjuntos de dados, que incluem, por exemplo, as relações de contratos e de convênios realizados pela universidade. Além disso, as APIs da UFRN permitem o acesso à dezenas de fontes de dados para uso em possíveis aplicações desenvolvidas pelos alunos e demais participantes. O primeiro dia do Hackathon também teve a palestra sobre a Lei de Acesso à Informação, com o professor Elias Jacob de Menezes Neto, membro do Legal Hackers Natal. Na ocasião, o docente fez interessantes considerações de ordem prática sobre a referida lei e mencionou vários casos reais de uso da legislação que resultaram em mudanças positivas no comportamento da Administração.

Os slides de todas as exposições realizadas durante a primeira etapa do evento estão disponíveis em: http://bit.ly/2iNI7Yp. O Hackathon só termina em 25 de novembro.

O evento conta com o apoio e o estímulo do Legal Hackers Natal, que busca promover a transparência no serviço público com o uso de tecnologia.